Rebordãos, Festa de Santo Estêvão

Neste local a festa de Santo Estêvão também é conhecida por “festa do bacalhau”.

A organização da festa está a cabo dos mordomos. São os “caretas” que vigiam quem entra no local onde se realiza a Mesa de Santo Estêvão e, após a refeição, a transmissão de poderes é feita por eles (TIZA, 2004:163).

 

Máscaras

As máscaras desta localidade são feitas por aqueles que as envergam.

São feitas de folha-de-flandres e pintadas de vermelho. Para realçar as sobrancelhas e a barba, as zonas que lhes correspondem são pintadas de preto. Podem também ser pintadas de preto diversas formas geométricas (cruzes e bolas, por exemplo).

Usam “gatos” na boca, a fim de se manterem no anonimato.

 

Fontes e Bibliografia:

TIZA, António Pinelo, 2004, Inverno Mágico, Ritos e Mistérios Transmontanos, Lisboa, Ésquilo.